domingo, 29 de janeiro de 2017

(FFXV) Capítulo 11 - O caminho para Tenebrae


Por Brunoliveira

AVISO! É sempre bom avisar que o texto contém spoilers leves sobre a história!

O capítulo inicia com uma cena rápida de conversa entre Noctis e Ignis, Gladio chega e Ignis segue com ele, de repente, o tempo parece parar, Noctis se levanta assustado à tempo de dar de cara com Ardyn, o chanceler imperial quer continuar com os seus joguinhos, sigo ele ao longo do trem tentando acertá-lo, mas todos meus esforços são inúteis. Ele some e Prompto aparece, devemos ir checar a parte traseira do trem, enquanto Gladio e Ignis tomam conta da frente. Um ataque pesado começa sobre o trem e Noctis quer proteger as pessoas à bordo, então desço com Prompto para dar conta das tropas imperiais, hordas e mais hordas aparecem, tenho que eliminar todas enquanto uma barra com o HP do trem é mostrada acima, se ela chegar a zero bau bau, game over sem choro nem vela! Por fim um tanque de guerra aparece e ao destruí-lo o trem começa a se mover novamente.

Subo à bordo junto com Prompto. Um novo ataque começa, dessa vez aéreo, tenho que ir me translocando entre as naves e derrubando uma à uma, faço isso e retorno para o trem à tempo de ver Prompto sendo rendido por Ardyn, Noctis parte para o ataque, não, pera, era o Prompto que estava rendendo o Ardyn, ele usou alguma artimanha para fazer com que parecesse o contrário e, graças ao seu truque, Noctis empurra Prompto para fora do trem e temos o fim do capítulo.

Esse capítulo é, talvez, o menor do jogo, mas é intenso e tenso, passa muito rápido e quando você vê já acabou. As cenas de combate, ainda que fáceis, são muito boas, dignas de filme de hollywood! Fiquei intrigado com algumas coisas que o Ardyn falou para o Noctis no trem e estou começando a formar uma teoria na cabeça, vamos ver se estou certo até chegarmos à conclusão da saga! Estamos caminhando para o fim, socorro! Eu não quero que acabe!!!

0 comentários:

Posts relacionados: