domingo, 1 de janeiro de 2017

(FF XV) Pós game: Calabouço Glacial Grotto lvl 65


(Antes de ler este post, talvez queira ler mais sobre calabouços.)

A Glacial Grotto é um calabouço do tip caverna de tamanho médio, com dois camps e três salas de ramificações entremeadas com outros 9 segmentos. Considerando que cada segmento tem no mínimo 2 salas, pode pensar em termos de no mínimo 23 andares. Nas salas de ramificações, na primeira a porta correta é a da direita, na segunda é a do meio e na terceira a da esquerda.

É possível obter os seguintes itens raros: Faixa Preta, 3 megaelixir, 3 moedas de Ascenção da Oráculo, Megapoção (50%), Diadema (50%), Pendente de Arco-íris (50%), Superelixir (50%,  Pendente de Estrela (50%), Artefato Protetor (50%), superelixires e megaelixires, além dos itens comuns como peças desgastadas, superpoção, éter, etc... No primeiro acampamento ganham-se as adagas Vigilantes, para o Ignis, com ataque 290 e no segundo um lingote de platina.

A primeira parte é bem tranquila, com um inimigo, ou dois no máximo, à cada sala. Do segundo acampamento ao terceiro aumentam os números de inimigos por sala e surgem as Couerls. Do segundo para o final são muitos por sala e a vida começa a se complicar.



Os inimigos são do tipo Bomba de gelo e quando elas estão em 3 ou 4 é um problema sério, porque se não matar rápido elas podem explodir em pequenas bombinhas e lotar sua área de inimigos. Elas são vulneráveis à raio e usei magia de eletricidade quicando 4 vezes. Era o suficiente para limpar tudo. Quando sobrava alguma coisa ou era apenas uma boma, utilizei a espada grande Raio do Trovão.

Também existem os esqueletos e para estes usei a espada grande Duque da Terra. Nas últimas salas eles vem de 6 ou 7 juntos e talvez fosse interessante uma magia para limpar mais rapidamente. Eles são vulneráveis à gelo.



Outro inimigo é aquela galinha gigante. Felizmente ela vem sozinha e dá para bater sem medo até matar. É vulnerável à fogo, caso alguém queira usar magia e à lanças, mas acabei matando com a espada grande Duque da Terra.

O Yojimbo também aparece, principalmente nas primeiras salas. Ele é vulnerável à raio e à lanças. Utilizei apenas a espada grande Raio do Trovão.



As Couerls são muito rápidas e perigosas. Uma das últimas salas tinha 3 ou 4 ao mesmo tempo. Elas são fracas contra espadas, adagas e fogo. Tentei tudo isto e a vida delas demorava a cair. Voltei para a espada grande Duque da Terra e achei que ficou melhor.

E finalmente temos o boss final, Kengo, um samurai level 71.


Ele é muito rápido. Fraco contra lanças, armas de fogo, raio e luz. O guia recomendava utilizar a Lança Radiante, mas eu fui com a Raio de Trovão. Juntei ataques de translação ofensiva, reabastecidos com elixir, Arminger e dois ou três combos com a técnica Subjugação do Ignis, utilizando o Arco do Inteligente no Noctis apenas para esta técnica. A luta foi meio lenta, mas deu certo.

Ganhei a arma de fogo Algoz, para o Prompto, com ataque 363.

Antes de ir e no acampamento comi o Arroz Mãe e Filho que aumenta a taxa de drop. Com isto consegui pegar os itens com 50% de probabilidade e muito, mas muito drop realmente bom que depois poderei vender por um bom dinheiro ou utilizar. Além disto esta caverna rendeu quase 200 aps.

0 comentários:

Posts relacionados: